Postado em 23/03/2022

COMO FAZER UM BOM CURRÍCULO: 12 DICAS INCRÍVEIS PARA ATRAIR RECRUTADORES

Trazemos 12 dicas para te ajudar durante esse processo
Eis que surgiu uma vaga de emprego na sua área, em uma empresa conceituada e… você não sabe como preparar um bom currículo! Não se preocupe: a verdade é que essa é a situação de muitos estudantes. No entanto, não dá para perder uma boa oportunidade de trabalho, certo?

Pensando nisso, trazemos 12 dicas práticas para você conseguir inverter essa situação hoje mesmo e ganhar a atenção dos recrutadores em uma seleção de emprego. Confira!


1. Não peque pelo excesso (nem pela falta)

Um dos grandes problemas na hora de fazer um currículo é saber o que colocar nele: qual nível de escolaridade deve constar? O que inserir nas informações pessoais? Será que vale a pena citar todas as experiências profissionais? Caso você já tenha se perguntado alguma dessas coisas, chegou o momento de descobrir o que fazer.

A verdade é que o seu currículo precisa dizer exatamente o que você tem a oferecer à empresa. Portanto, é importante citar formação, conhecimentos complementares e experiência de trabalho, mas você não precisa exagerar nas informações. Admita: se você fosse um recrutador, não teria interesse em saber onde um candidato cursou o ensino primário, não é mesmo?


2. Tenha objetivos específicos

Saber qual vaga você quer conquistar e conhecer o perfil da empresa onde pretende trabalhar são atitudes essenciais para elaborar seu currículo, pois essas informações ajudam na hora de especificar quais são seus objetivos profissionais. Por isso, não coloque um objetivo muito clichê: pense nas habilidades que você tem e como elas podem gerar benefícios na rotina de trabalho. Isso demonstra o quanto você se importa com o crescimento da organização.


3. Evite erros de português

Se existe uma coisa capaz de valorizar um profissional, independentemente da área ou da experiência, é a capacidade de se comunicar bem. Se você pensa que isso se limita a falar em público ou a passar pela entrevista de emprego, se enganou: a comunicação começa a ser avaliada desde o seu currículo!

Ainda que o cargo que você pretende exercer não tenha relação direta com a sua escrita, é essencial que você conheça as regras básicas da Língua Portuguesa para conseguir se destacar entre os outros candidatos. Por isso, nada de abreviações e gírias na hora de elaborar o currículo, certo? Também é importantíssimo revisar o texto (ou pedir isso a algum colega), para se certificar de que as palavras e pontuações estão corretas.


4. Nomeie o arquivo de forma adequada

Seja para inserir seu currículo em um banco de vagas online, seja na hora de enviá-lo a recrutadores, um detalhe que faz toda a diferença é o nome do arquivo. É importante que você o nomeie de forma coerente, informando o que é aquele documento e, ao lado, o seu nome completo.

Ainda que pareça algo simples, isso evita que seu currículo seja descartado por engano e também diminui o risco de o setor de RH da empresa confundir você com outro candidato que tenha entrado em contato por e-mail, por exemplo.


5. Não mencione sua pretensão salarial

Uma prática comum entre as pessoas que estão em busca do primeiro emprego é informar o valor de salário que desejam receber. Caso tenha feito isso em seu currículo, é hora de revisá-lo agora mesmo e retirar essa informação!

A pretensão salarial é algo que você só deve incluir se a empresa solicitar na ficha de inscrição ou responder se for perguntado durante a entrevista. Ao colocá-la no currículo sem que seja solicitado, você corre o risco de ser descartado por propor um valor acima do oferecido no mercado ou por desvalorizar seu trabalho.


6. Capriche no design do currículo

Ainda que a vaga de trabalho que você quer tanto conquistar não exija “criatividade” na lista de pré-requisitos, tome cuidado com a formatação do seu currículo. Acredite: a organização das informações pessoais, a fonte utilizada e o design podem dizer muito sobre a forma como você enxerga uma oportunidade de emprego. Sem contar que tudo isso faz você se destacar entre as outras pessoas!

Ah, e quer saber o melhor de tudo? Não é preciso ser um especialista em Photoshop e em programas de edição visual para conseguir fazer isso! Ferramentas gratuitas, como Google Docs, permitem que você formate seu currículo de um jeito mais criativo e inovador do que a maioria costuma fazer.


7. Mantenha os dados pessoais atualizados

Imagine que você enviou um currículo para uma empresa. Os recrutadores se interessaram pelo seu perfil, mas o seu número de celular não estava atualizado... você já pode prever o final dessa história: a empresa não vai ter seu retorno ao entrar em contato, e, assim, você perde a chance de conquistar uma vaga onde sempre quis trabalhar!

Apesar de parecer uma situação distante da realidade, isso pode acontecer com qualquer pessoa! Sabendo disso, antes de enviar seu currículo, certifique-se de que seus dados estão corretos e atualize tudo o que for preciso. Quer uma dica? Caso você passe por mudanças frequentemente, vale a pena inserir um telefone secundário de alguém de sua confiança ou outras formas de contato.


8. Valorize as conquistas anteriores

As empresas buscam colaboradores empenhados naquilo que fazem e que saibam contribuir para o crescimento delas. Demonstrar o seu desempenho em projetos anteriores e até na faculdade é algo que costuma atrair a atenção dos recrutadores.

Portanto, se você se destacou como melhor estudante do seu curso, fez iniciação científica, participou da Atlética e de outros grupos acadêmicos, reserve um espaço para isso em seu currículo!


9. Cuidado com endereços de e-mail constrangedores

O e-mail que você utiliza para contatar as empresas pode dizer muito sobre sua personalidade. Então, nada de enviar seu currículo utilizando aquele e-mail que usava no começo da adolescência, que tinha o nome da sua banda favorita e vários símbolos que atrapalham a comunicação.

Opte por um endereço simples, que contenha seu nome e que seja fácil de escrever. Além disso, sempre que enviar uma proposta, fique de olho nas pastas de spam. Como muitas empresas respondem via e-mail institucional, pode ser que o agendamento de uma entrevista pare fora da caixa de entrada.


10. Demonstre seus diferenciais

Conquistar uma vaga de emprego depende não somente de ser muito bom no que faz, mas também de ter diferenciais em relação aos outros candidatos. Não sabe como tornar isso possível? É mais simples do que imagina! Além de ter uma excelente formação, é essencial que você faça atividades extracurriculares que contribuam para o desenvolvimento de habilidades e competências que podem ser úteis no mercado de trabalho.

Uma boa forma de fazer isso é por meio do trabalho voluntário. As vantagens do voluntariado são várias: é algo que você pode fazer no seu tempo livre, sem comprometer os seus horários, e permite que você ganhe experiência, aprenda a conviver com outras pessoas, se torne organizado e proativo, além de desenvolver uma nova visão de mundo.


11. Destaque suas principais experiências

Se você não está buscando o primeiro emprego, é imprescindível que coloque suas experiências profissionais no currículo. Organize-as de acordo com o período de atuação e faça uma pequena descrição das atividades realizadas, principalmente daquelas relacionadas à vaga que deseja conquistar agora. #FicaADica: os trabalhos voluntários contam como experiências, ok?


12. Não use informações falsas

Mentir no currículo é um erro que muitas pessoas cometem e, geralmente, é algo que só traz consequências ruins. Mesmo que você nunca tenha trabalhado, não vale a pena colocar experiências falsas ou habilidades que não tem. Afinal, um processo seletivo costuma ter várias etapas. Em algum momento, a mentira será descoberta. Já parou para pensar que uma informação irreal pode ser contestada na entrevista de emprego?

Cá entre nós, isso é algo que você com certeza não quer que aconteça, não é mesmo? Sendo assim, vale mais a pena se esforçar para conseguir enriquecer o seu currículo do que inventar coisas. #DicaCG: fazer um curso de extensão universitária ajuda você a expandir os conhecimentos na sua área e é uma formação extracurricular que pode ser adicionada ao currículo.

Como você viu, não saber como fazer um currículo certeiro é uma dúvida comum. Porém, no fim das contas, essa tarefa pode ser mais simples do que parece. Coloque essas dicas em prática hoje mesmo para aumentar as suas chances de se destacar na seleção para aquela vaga dos seus sonhos!

Agora que já sabe como preparar um bom currículo, é hora de fazer isso e ir em busca das vagas de emprego da sua área. Aliás, outra coisa que pode ajudar você na hora de iniciar sua carreira profissional é ter metas específicas, que servirão como um direcionamento na hora de contatar as empresas e também permitirão que você faça a melhor escolha de acordo com o seu perfil.
Gostou? Compartilhe essa empresa: